Notícias


2020-10-30 | GGPEN desenvolve Sistema Webgis de Suporte ao Planeamento Urbano


Cada vez mais, a tecnologia de Sistemas de Informações Geográficas (SIG) aliada à imagens de satélites tem sido aplicada no mapeamento de zonas urbanas, para fins de fiscalização, estudos e análises detalhadas do território, ao longo do tempo. Neste contexto, o Departamento de Desenvolvimento de Aplicações Espaciais, afecto ao Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional (GGPEN), desenvolveu uma aplicação web, que actua como ferramenta de auxílio para o planeamento urbano regional.
 

As cidades devem garantir aos moradores um padrão mínimo aceitável de infra-estruturas e equipamentos comunitários, bem como uma qualidade de vida, que promova o desenvolvimento humano, a redução das desigualdades e da pobreza. Tais condições são essenciais para o progresso económico e social de qualquer país, como espelha o 11° objectivo de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas, e constituem prioridade para o Executivo angolano, por serem retratadas no Plano de Desenvolvimento Nacional (PDN 2018-2022), especificamente no programa de descentralização territorial, desenvolvimento local e combate à pobreza.

Actualmente, muitas cidades nacionais estão em fase de desenvolvimento, portanto, há uma demanda crescente por topografia e mapas de uso de solo actualizados, além de outros produtos de dados espaciais. Esses mapas são essenciais para o gerenciamento do uso do terreno, recursos naturais e aplicações de engenharia.

O planeamento urbano abrange tanto o desenvolvimento de terrenos abertos quanto a renovação de partes desenvolvidas das cidades, em particular a colecta e análise de dados, previsão, projecção, planeamento estratégico, modelos económicos e pesquisa social.

A aplicação proposta pelo GGPEN será alimentada por mapas geoespaciais a serem desenvolvidos periodicamente pelos seus quadros. Os mesmos foram altamente qualificados em técnicas de processamento de imagens de satélite e sistemas SIG, no âmbito da realização de formações técnico-profissionais, resultantes da parceria entre o GGPEN e a Thales Alenia Space, voltadas à operação da Plataforma OpenGeoLab e  Mestrados realizados em Toulouse-França.

“É gratificante poder contribuir de maneira tão significativa, para o desenvolvimento socioeconómico e tecnológico do País, com o conhecimento adquirido durante a minha formação", diz Joana Paula Caetano, uma das técnicas do GGPEN ligadas ao projecto, depois de ter adquirido valências na formação de Mestrado em Serviços e Aplicações de Sistemas Espaciais, na Universidade ISAE-SUPAERO no período de 2018 à 2019, em Toulouse-França.

A solução WebGis, está a ser aplicada, numa primeira fase ao Distrito do Talatona, é um aplicativo Web que permite a visualização de mapas geoespaciais, que caracterizam o estado do uso do solo por apresentar as mudanças ocorridas ao longo do tempo e classificar os diferentes activos que são detectados na região em causa, tais como estradas, solo exposto, assentamentos, centros comerciais, árvores, águas, entre outros. Além disso, os dados na solução podem ser visualizados sobrepostos a imagens de satélite de alta resolução espacial.

Este trabalho mereceu o agrado por parte do Ministério da Administração do Território e do Ministério da Construção e Obras Públicas.

Programa Nacional de Observação da Terra

O Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social (MINTTICS), em colaboração com o GGPEN, promoveu uma videoconferência, no dia 13 de Outubro, com o tema “As Potencialidades do Programa Nacional de Observação da Terra”, onde apresentou a plataforma WEBGIS para suporte ao planeamento urbano e inventariação.

O GGPEN agradou-se com o caso de estudo apresentado via webinar e continuará a trabalhar com os mesmos para poder expandir este projeco em outras áreas.

Saiba mais aqui