Notícias


2020-10-12 | GGPEN promove formação e partilha de conhecimento na área espacial


Ainda sobre como “Os satélites melhoram a vida”, tema da Semana Mundial do Espaço 2020, que encerrou-se, neste sábado, 10, o especialista de análise de subsistemas do Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional, fala sobre como o programa de educação espacial e partilha de conhecimentos, promovido pelo GGPEN, tem contribuído para o seu desenvolvimento profissional. 

O Engenheiro Leonardo Dário Pinheiro ingressou no GGPEN, em 2016, através de um processo de selecção que começou com um concurso público, em 2015, e com uma formação/teste em conceitos básicos de engenharia espacial. Em 2017, foi certificado por especialistas russos da empresa Energia como operador do satélite Angosat, na categoria de especialista de análise de subsistemas a bordo.

“Com o GGPEN, através do seu programa de formação, foi possível conhecer a área espacial, ter conhecimento do funcionamento e operação de satélites e conhecer a influência da engenharia espacial no desenvolvimento de várias outras tecnologias usadas no dia-a-dia”, conta.

Licenciado em Engenharia Mecatrónica pela Universidade Metodista de Angola, tem trabalhado em projectos de desenvolvimento tecnológico no Departamento de Ciências Espaciais e Pesquisa Aplicada (DCEPA) do GGPEN, com destaque para a concepção e construção do Cansat Angolano (já com 3 versões) e criação de um modelo experimental de um CubeSat 1U.

O GGPEN, para além de investir na formação de quadros nacionais em Angola e no exterior, tem levado a cabo ao longo dos anos a educação espacial e a partilha de conhecimento através da realização e participação em diversos eventos, tais como: o ANGOTIC, a Semana Mundial do Espaço, o FITITEL, entre outros, onde tem divulgado especialmente os conceitos dos pequenos satélites (cansats) às distintas instituições de nivel técnico de ensino médio e superior do país, a exemplo da Faculdade de Engenharia da Universidade Agostinho Neto, da Universidade Católica de Angola, do Instituto Superior de Tecnologias de Informação e Comunicação (ISUTIC), do Instituto Médio de Telecomunicações (ITEL), entre outras, visando impulsionar o desenvolvimento da ciência e da tecnologia e indústria espacial em Angola e sustentabilidade do Programa Espacial Nacional para o desenvolvimento socioeconómico do país.

Leonardo Pinheiro, participou também nos eventos já referidos anteriormente, bem como, no âmbito do 37° Simpósio Brasileiro de Telecomunicações e Processamento de Sinais em 2019 (Saber 2019), ministrando um mini curso de Construção e Montagem de Pequenos Satélites (Cansat) para estudantes de engenharia e profissionais da área de telecomunicações sul-americanos (maioritariamente brasileiros).