Diazola Lunda

Responsável para a área do canal de serviço e carga útil do MCC

Monitoramento do Sistema de Comunicação do Satélite (CSM)


O Sistema de Monitoramento do Espectro de Comunicação (eCSM, na sigla em inglês) assegura a fiscalização e a identificação de potenciais fontes de interferência rádio eléctrica entre os canais ou serviços operados através de um satélite. O CSM está instalado no Centro de Controlo e Missão de Satélites (MCC, na sigla em inglês), e tem permitido gerir e monitorar as capacidades no âmbito das compensações, nomeadamente: no satélite AM7 com 144 MHz na Banda-C e no Satélite Eutelsat 3B com 144 MHz na Banda-Ku.

O CSM, que se enquadra no âmbito das compensações do Angosat-1, tem como objectivos a verificação de existência de anomalias; falha no funcionamento do equipamento; avaliação e prevenção de interferências entre as portadoras adjacentes e análise das portadoras.

O Sistema de Monitoramento do Espectro de Comunicação oferece aos operadores uma visão geral permanente de tráfego de satélite, além de permitir que os provedores de serviço verifiquem o seu tráfego através de um acesso seguro via Internet directamente a partir das suas instalações.

O hardware é reconhecido por sua capacidade de fornecer informações precisas sobre formas de onda (modulação, BER, FEC, C/N, C/No, etc.). Além do modo de operação intuitivo, ele tem recursos avançados como a verificação automática de tráfego, carregamento subsequente de banco de dados, previsão de alarme e ferramentas de suporte à decisões, tornam este produto a oferta mais completa e funcional do mercado.

O CSM oferece as seguintes funções: monitoramento das portadoras a nível de RF (EIRP, OBO, BW, C/N, C/No etc.); monitoramento de parâmetros digitais (Modulação, Codificação, FEC, BER, Eb/No, etc.); detecção de portadoras inesperadas e caracterização; analisador de Espectro; gestão de Calibração; gestão do Historial, além de gestão de recursos de hardware, procedimentos ESVA (validação e aceitação da estação terrestre) e gestão de clientes.

Principais benefícios

O CSM verifica o tráfego em um modo de fundo automático com edições rápidas e precisas. Conhecido no domínio de transmissão via satélite o CSM é 10 vezes mais rápido que um analisador de espectro.

No modo de procura e detectar interferências também estão disponíveis. Isso demonstra a capacidade do sistema de caracterizar as propriedades das portadoras digitais.

O CSM é baseado em padrões e componentes abertos que fazem interface facilmente com aplicativos externos, como provedores de plano de tráfego ou aplicativos de geração de relatórios específicos. O sistema é aberto ao ambiente. Possível interface para existência de ferramentas sem impacto para as práticas dos usuários finais.

O Sistema de Monitoramento do Espectro de Comunicação fornece os fluxos de trabalho do operador que o orientam para o trabalho de procedimento. Com isso, a validação de antena de estação terrestre (ESVA) e alinhamento das portadoras, também são implementados.

O CSM pode analisar o desvio dos parâmetros seleccionados para alertar os operadores sobre possíveis futuros alarmes. O sistema fornece uma ferramenta de diagnóstico para apontar a correlação entre eventos. Ele trás uma nova geração de funções para atender a novos tipos de necessidades, como previsão de alarmes e correlação de funções cruzadas.

Por fim, o CSM reduz despesas e custos operações. Não há necessidade de uma infra-estrutura de rede dedicada para se conectar com equipamentos remotos para missão comercial. 

Autor:

Diazola Lunda

Mestre em Ciência e Tecnologia Aeroespacial

Responsável para a área do canal de serviço e carga útil do MCC