Slide Satélite de Alto Desempenho com maior realce na transmissão de dados.
NOTÍCIAS

O ANGOSAT-2 já está pronto para o fornecimento de serviços de comunicações, anunciou, no dia 01 de Dezembro, o ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Mário Oliveira.

Na sequência das etapas de construção e funcionamento, previstas em protocolo entre a Parte Russa e a Parte Angolana, o ANGOSAT-2 opera, desde o dia 04 de Novembro de 2022, na posição 23 graus Este, sua posição de operar.  

O ANGOSAT-2 já está em órbita e nos próximos tempos estará na posição 23E no espaço geoestacionário, de onde vai cumprir a sua missão.

VÍDEOS

Veja os preparativos finais para o lançamento do ANGOSAT-2, ocorrido esta quarta-feira, 12 de Outubro.

Veja imagens exclusivas do ANGOSAT-2 directamente do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão.

Ministro Mário Oliveira fala sobre o complexo processo de lançamento de um satélite e como os angolanos poderão ser beneficiados.

O PROJECTO

É um satélite de comunicações para fornecer serviços de telecomunicações. O desenho e construção começou em Dezembro de 2019 em que a empresa ISS Reshtnev tem o papel de constructor principal.

ANGOSAT-2 com painéis solares abertos

ANGOSAT-2 com painéis solares fechados

Foi desenhado e construído para cobrir todo o Continente Africano e parte significativa do Sul da Europa, na Banda-C, e cobertura quase total da parte sul de África na Banda-Ku. A Banda-Ka servirá somente para a Gateway que estará em Luanda.

Durante cerca de 30 meses foram construídos e testados os mais diversos equipamentos que envolveu a fase de construção dos equipamentos, a estrutura da plataforma e da carga útil. A posterior, o ANGOSAT-2 passou com sucesso para a fase de montagem, integração e testes.

Actualmente, o ANGOSAT-2 está pronto para ser lançado e encontra-se no local de lançamento, em Baikonur, Cazaquistão, onde já teve início o trabalho de preparação para o lançamento que consubstancia-se com a integração do satélite e o lançador.

Foi lançado com sucesso, no dia 12 de Outubro, no Cosmódromo de Baikonur, Cazaquistão, às 20 horas locais, 16 horas em Angola, e encontra-se em órbita, na posição 23E. Neste momento estão a ser feitos os testes com sucesso e verificados todos os parâmetros telemétricos do ANGOSAT-2.

De ressaltar que o ANGOSAT-2 é um satélite HTS (Altas Taxas de Transmissão, da sigla em inglês) projectado para fornecer serviços de Internet de banda larga. A sua cobertura nas diferentes bandas estão descritas nas figuras abaixo:

Cobertura Banda-C

Cobertura Banda-Ku

Cobertura Banda-Ku

BENEFÍCIOS
  1. Mais uma fonte de geração de receitas, tendo em vista que o ANGOSAT-2 cobre todo o continente africano, parte significativa do Sul da Europa e cobertura quase total da região Sul de África;
  2. Diminuição da exclusão digital de Angola e do continente africano;
  3. Expansão dos serviços de telecomunicações às zonas mais recônditas do país a preços competitivos;
  4. Possibilidade de maior desenvolvimento da telemedicina à nível nacional;
  5. Criação de novas oportunidades de emprego nas áreas ligadas à tecnologia espacial, como exemplo, manutenção e instalação de antenas VSAT.